Bahia goleia o Manaus e garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil

0

Bahia goleia o Manaus e garante vaga na próxima fase da Copa do Brasil

750_rodriguinho_202147233353834
Rodriguinho foi o autor do primeiro gol do Tricolor em Pituaçu| Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Na noite desta quarta-feira, 7, o Bahia seguiu a receita que lhe é característica deste início de temporada: alternância entre derrotas e triunfos. E como também é comum, a vitória foi por goleada. A vítima da vez foi o Manaus, pela segunda fase da Copa do Brasil. O resultado de 4 a 1 classifica o Esquadrão para a terceira fase do certame e garante a quantia de R$ 1,7 milhão para os cofres tricolores. Essa foi a meta estabelecida pela diretoria no início do ano.

O mata-mata nacional permanece, portanto, com três baianos, já que Vitória e Juazeirense também avançaram nesta quarta. O próximo compromisso do elenco principal, treinado por Dado Cavalcanti, é no sábado, às 16h, novamente em Pituaçu. O adversário será o ABC, pelo Nordestão.

Altos e baixos

O início foi arrasador. O Bahia só precisou de 9 minutos para abrir 2 a 0. Com um minuto de partida, Matheus Bahia recebeu na esquerda, cruzou e Rodriguinho desviou para o canto esquerdo de Rafael Pitanga.

Oito minutos depois, Gilberto ajeitou para Thaciano chutar forte e marcar seu primeiro gol pelo Tricolor. Antes disso, aos 5, Gabriel Davis obrigou Douglas a fazer boa defesa, com chute no canto.

Na medida que o tempo foi passando, o Manaus foi se adequando às investidas do Bahia, e se tornou melhor. O primeiro gol do Gavião do Norte poderia ter saído aos 23 minutos, quando Vanilson encontrou Gabriel Davis em velocidade. O camisa 80 entrou na área e, na frente de Douglas, chutou em cima do goleiro.

A última chance de relativo perigo do Esquadrão na etapa inicial foi aos 31 minutos. Conti ótimo lançamento para Rodriguinho, que mandou de esquerda, para longe.

O gol da equipe amazonense saiu quatro minutos depois. Vanilson aproveitou erro de Nino Paraíba, fez tabela com Gilson, invadiu a área e mandou para dentro.

Superioridade confirmada

Apesar do curto momento de empolgação no primeiro tempo, o Manaus não foi capaz de segurar o Bahia na etapa final. A parada foi resolvida, novamente, muito rápido. Aos 4 minutos, Conti marcou de cabeça, após escanteio batido por Rodriguinho.

O camisa 10 que quase marcou aos 8 minutos, quando Gilberto partiu pela esquerda e cruzou na boca do gol. Rodriguinho, contudo, não alcançou. Não fez diferença. Seis minutos depois, um erro na saída de bola do Manaus terminou com Patrick livre no lado esquerdo da área amazonense. O volante não teve trabalho para deixar Rossi livre para fechar o placar.

Apesar das inúmeras chances criadas depois, o Manaus não conseguiu reagir.

A TARDE Por Nuno Krause* e Redação *Sob supervisão dos editores Daniel Dórea e Nelson Luis