Bahia vence Avaí em casa e se reabilita no Brasileirão

0

Bahia vence Avaí em casa e se reabilita no Brasileirão

750_ec-bahia-fonte-nova-avai-salvador_201955225213976
O Bahia garantiu o 1 a 0, neste domingo, 5, na Arena Fonte Nova

Cinco jogos, cinco triunfos, 100% de aproveitamento. Este é o desempenho de Roger Machado em casa desde sua chegada no Tricolor. Mais uma vez o Bahia sai com os três pontos em seu terceiro jogo no Brasileiro e segue impondo a dominância dentro de casa. Contra o Avaí, o Bahia garantiu o 1 a 0, neste domingo, 5, na Arena Fonte Nova, num jogo que parecia fácil no primeiro tempo, que ganhou contornos de drama no segundo.

Chegando ao sexto ponto no torneio, o Esquadrão de Aço apenas joga no domingo, às 19h, quando vai até o Paraná enfrentar o Athlético-PR na Arena da Baixada, buscando os primeiros pontos fora de casa.

O jogo

Sem sofrer muito durante a partida, o Bahia apenas foi ameaçado em apenas uma chance de gol catarinense, no final da partida – a exibição do time, sem passar por grandes problemas defensivos, se deve mais por incompetência dos visitantes do que por uma grande performance do Esquadrão.

Ofensivamente, o Bahia criou chances claras, mas pecou na finalização, ainda a melhorar. A tônica do jogo já se manifestou no primeiro tempo, com pelo menos três chances de gol claras perdidas por Gilberto e Artur, jogadores mais presentes ofensivamente.

Num duelo contra um adversário com uma proposta defensiva, o Bahia não teve muitas dificuldades para infiltrar a linha de cinco jogadores na defesa montada por Geninho. Já aos três minutos, Artur conseguiu infiltrar a grande área adversária pela esquerda e finaliza para o gol, obrigando defesa de Vladimir, que espalmou para escanteio.

Aos 17, a retaguarda do Avaí é mais uma vez infiltrada. Um bom passe de Douglas Augusto encontra Gilberto, que passa entre os zagueiros e fica de frente ao goleiro. A finalização, contudo, passou ao lado do gol. Aos 23, Nino achou uma boa oportunidade em chute de fora da área, Vladimir fez mais uma defesa. Apenas no primeiro tempo, arqueiro realizou cinco intervenções.

Após tantas tentativas frustradas, foi apenas aos 39 que o torcedor pôde tirar o grito de gol entalado na garganta. Em lançamento aéreo, o zagueiro Anderson falhou e cabeceou para trás, dando a bola para Artur. Em velocidade, o atacante chegou para o um contra um com Vladimir, que defendeu o primeiro chute. No rebote, ele apena limpou a bola e mandou para a rede vazia.

A chance de gol mais perdida veio já perto dos acréscimos, aos 45. Ramires consegue um cruzamento a meia altura pelo lado esquerdo. Artur, contudo, não alcançou a bola, que só precisava de seu desvio para encontrar a rede.

No retorno do jogo, no segundo tempo, o Avaí percebeu que a proposta defensiva não estava a funcionar e começou a tentar incomodar mais o Bahia. O Esquadrão, por sua vez, não conseguia mais infiltrar com tanta facilidade a última linha adversária.

A grande chance de ampliar o placar veio aos 5 minutos. O rápido contra-ataque embalado pela tabela de Nino e Rogério terminou com a finalização do lateral-direito, frente ao goleiro, passando ao lado da trave. O árbitro ainda chegou a apitar um pênalti, devido a um suposto contato do defensor do time catarinense contra Nino – que acabou anulado pelo VAR.

Durante o resto do segundo tempo, o Bahia se inibiu e viu o Avaí crescer no jogo, mas esbarrando em sua própria limitação técnica. O time tentou criar chances, mas sem nenhuma grande oportunidade para ameaçar o gol de Douglas.

O grande destaque do jogo acabou sendo o goleiro do Avaí, Vladimir, que, em momento heroico, fez grande defesa no chute de Gilberto. O atacante do Bahia, apático durante quase todo o jogo, aos 43 do segundo tempo, achou uma bola na frente da grande área, tirou do zagueiro com um ‘drible da vaca’ e chutou forte no canto do goleiro, forçando uma incrível defesa do arqueiro do Avaí.

Foi no apagar das luzes que o Avaí quase arrancou o gol de empate e obrigou Douglas a aparecer no jogo. Em levantamento na área por cobrança de falta, a cabeçada do jogador do Avaí teve endereço, forçando uma boa defesa de Douglas. Após isso, não houve tempo para mais nada. Apito final e vitória simples: 1 a 0. É o primeiro jogo que o Tricolor não leva gols na competição.

A TARDE POR Levi Teles* *Sob a supervisão de Rafael Teles| FOTO: Adilton Venegeroles/ Ag. A TARDE