Bahia, Vitória e Serrano estreiam na Copa SP neste domingo

0

                                   Bahia, Vitória e Serrano estreiam na Copa SP neste domingo
650x375_dupla-bavi-sub20_1481009
Após da boa campanha na Copa do Brasil sub-20, dupla Ba-Vi tenta título da Copinha inédito a ambos

Enquanto os marmanjos do profissional aproveitam o último dia de férias, as futuras promessas da dupla Ba-Vi entram em campo neste domingo, 4, na Copa São Paulo de Futebol Júnior.
O Bahia enfrenta o Comercial-MS, em Presidente Prudente, no Estádio Prudentão, às 15 horas (da Bahia). No mesmo horário, o Vitória pega o Porto de Caruaru, em Atibaia. Representando o interior do estado, o Serrano também entra em campo neste domingo diante do anfitrião Taubaté.
Bahia e Vitória já tiveram momentos gloriosos na competição, apesar de não terem conquistado o título. Em 2011, o Esquadrão chegou à final, mas perdeu para o Flamengo. Em 1993, o Leão foi terceiro.
Entretanto, os dois principais clubes baianos precisam apagar a campanha do ano passado. Na última edição, ambos voltaram para casa ainda na fase de grupos do torneio.
Em 2014, o Vitória começou a Copinha de forma surpreendente, registrando uma das maiores goleadas da competição. Diante do Imagine, o Rubro-Negro aplicou um 12 a 0 no Estádio Ninho do Corvo, em Guarulhos. Na época atuando como atacante, o agora lateral-direito Guilherme marcou cinco, enquanto Léo Ceará marcou dois e Wellington um.
Os três foram recém-promovidos para o time profissional este ano. Depois do massacre, o Leão precisava apenas de um empate diante do desconhecido Flamengo Paulista. Acabou perdendo por 2 a 1 de adeus ao certame.
Assim como na temporada passada, o Vitória não vai atuar com o time sub-19, preferindo colocar garotos mais novos que o permitido na Copa São Paulo. Para se ter uma ideia, dos 21 atletas que viajaram, apenas cinco estão na faixa etária limite. A maioria viajou com 17 anos, oito no total.
O atacante Eronildo é o mais novo, com 16 anos. “Já temos esta filosofia de preparar os mais jovens em competições acima de suas idades. Não significa desvalorização da competição, pois todos estão capacitados”, disse Carlos Anunciação, o Carlão, responsável pela base do Leão.
De fato, muitos nomes são desconhecidos para a maioria dos torcedores do Leão. Do grupo que viajou para Atibaia, apenas o meia Flávio (18 anos), o lateral-direito Alef (18) e o atacante Gabriel (17) participaram da final diante do Inter, pela Copa do Brasil Sub-20. Chance para o meia Nickson, reserva da Copa do Brasil, mostrar que tem a mesma qualidade do pai, o meia Jackson, um dos heróis do acesso rubro-negro em 2007.
Tricolor
O Tricolor de Aço também viajou para São Paulo com o objetivo de ter um destino melhor que na última edição. Assim como o rival, ficou na primeira fase em 2014, apesar de um início empolgante. Venceu os dois primeiros confrontos e só precisava empatar com a Portuguesa para seguir na competição. Porém, perdeu por 2 a 1 e voltou para casa.
Apesar da eliminação na última edição, o Bahia tem feito boas campanhas em 2013, 2012 e 2011, ano em que foi para a final eliminando o rival Vitória, nos pênaltis.
Além de retomar a boa campanha, o Bahia tem segundas intenções na Copinha. O presidente do clube, Marcelo Sant’ana, mandou o coordenador de captação do Bahia, Aldo França, para acompanhar alguns jogos da competição para garimpar possíveis talentos para o Tricolor.
“A saída no futebol brasileiro está na descoberta de novos jogadores. Conversei com o presidente Marcelo Sant’ana e ele também acha que fortalecimento do futebol do Bahia passa pelo processo de angariar novos talentos. A ideia é olhar o maior número possível de clubes e trazer o maior número possível de atletas, que vão chegar para a nossa base e depois servir ao time principal”, explica Aldo França.
Na segunda-feira, 5, é a vez do Galícia entrar em campo. O Demolidor de Campeões enfrenta o Ituano, às 13 horas, no estádio Novellli Júnior, em Itu.
Confira os grupos da dupla Ba-Vi

Grupo E
É a chave do Bahia, com sede em Prudente. Além do Comercial-MS, o Esquadrão ainda enfrenta o Audax-SP,
na próxima quarta, além do Grêmio Prudente, no dia 11.
Grupo N
Tem o Vitória, que terá pela frente o Porto-PE, neste domingo, além da Portuguesa, na próxima quarta, e do anfitrião Atibaia, na rodada final, sábado, no dia 10 de janeiro.

A Tarde por Moysés Suzart