Barroso pede que Polícia Federal investigue ataque hacker ao sistema do TSE

0

Barroso pede que Polícia Federal investigue ataque hacker ao sistema do TSE

750_eleicoes-eleicoes-municipais-politica-brasil_20201116205253539
Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 16, Barroso disse que há suspeita de articulação de grupos de hackers para desacreditar o sistema de votação| Foto: Roberto Jayme/ ASCOM /TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso, solicitou que a Polícia Federal investigue ataques cibernéticos aos sistemas da Corte. Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 16, Barroso disse que há suspeita de articulação de grupos de hackers para desacreditar o sistema de votação.

Durante a votação do último domingo, 15, o sistema de informática do TSE foi alvo um ataque de múltiplos acessos que foi neutralizado pelo sistema. De acordo com o órgão, não houve vazamento de dados. As tentativas de invasão foram feitas por meio de servidores localizados no Brasil, Estados Unidos e Nova Zelândia. Esse sistema não tem relação com a apuração dos votos, que ocorre por meio de uma rede privada.

“Milícias digitais entraram em ação tentando desacreditar o sistema. Há suspeitas de articulação de grupos extremistas que se empenham em desacreditar as instituições, clamam pela volta da ditadura, e muitos deles são investigados pelo STF”, afirmou.

Sobre o atraso de três horas na divulgação dos resultados, Barroso disse que a Oracle, empresa responsável pelo computador que apresentou defeito, será acionada para tentar resolver o problema para o segundo turno.

A TARDE