Chuva de gols! Impiedoso em estreia, Bahia aplica 6 a 2 no Atlético-PR

0

Chuva de gols! Impiedoso em estreia, Bahia aplica 6 a 2 no Atlético-PR

IMAGEM_BAHIA_5
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias

Após 15 anos, o Bahia voltou a sentir o gosto de um triunfo na estreia do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (14), em um jogo de oito gols, o Esquadrão foi mortal ofensivamente e bateu o Atlético Paranaense por 6 a 2 na Arena Fonte Nova. Tiago, Zé Rafael, Régis (duas vezes), Edigar Junio e Edson marcaram para o Bahia. Guilherme e Marcão fizeram os gols do time paranaense.

Agora, o foco tricolor é na Copa do Nordeste. Na próxima quarta-feira (17), o Bahia faz o seu primeiro jogo na final regional contra o Sport Recife, às 21h45, na Ilha do Retiro, em Recife.

O JOGO

O Bahia começou o jogo fazendo jus ao mando de campo e assustou o Atlético. Aos três minutos, Edigar Junio recebeu passe em profundidade na grande área, chutou, mas foi travado pela defesa rubro-negra. Na sequência, após cobrança de escanteio, Juninho pegou a sobra, mas finalizou mal e a bola foi para a linha de fundo.

A equipe tricolor seguiu dominando e pressionando nos primeiros minutos. Aos dez, Allione avançou em velocidade pela esquerda e serviu Régis, que finalizou em cima da defesa.

Guilherme abre o placar para o Atlético

A máxima do futebol já diz: quem não faz, toma. Aos 14 minutos, Guilherme, livre de marcação, recebeu lançamento de Sidcley na entrada da área, bateu rasteiro e balançou as redes a favor do Atlético Paranaense.

Aos 20 minutos, o Esquadrão esboçou uma reação com Zé Rafael, que arriscou um chute de muito longe e obrigou Weverton a espalmar para o lado. Três minutos depois, Eduardo avançou em velocidade pela direita, cruzou rasteiro, mas Edigar Junio não alcançou.

De cabeça, Tiago empata; Marcão põe CAP na frente

Com 33 minutos de jogo, o Bahia chegou ao empate com Tiago, que recebeu cruzamento de Juninho e cabeceou para o fundo do gol. Quatro minutos depois, o rubro-negro do Paraná tomou a frente do placar. Aos 37, Marcão aproveitou cruzamento de Guilherme e precisou finalizar duas vezes para vencer o goleiro Jean.

Quatro gols em nove minutos: Bahia vira e termina primeiro tempo na frente

Em um espaço de cinco minutos, o Bahia desandou a fazer gols na Arena Fonte Nova. Com 39 minutos, Zé Rafael avançou em velocidade, passou pelos defensores e tocou por cima do goleiro para empatar o jogo. Dois minutos depois, Régis recebeu passe de Allione na entrada da área, chutou colocado e colocou o Esquadrão na frente.

Em vantagem, o Esquadrão se mostrou insaciável e aproveitou mais falhas do Atlético. Aos 43, após jogada pela direita, Edigar Junio invadiu a área e bateu forte, sem dar chances para Weverton. Antes do apito do juiz para decretar o fim da primeira etapa, Régis recebeu próximo da área, avançou em velocidade e encobriu o goleiro para fazer 5 a 2 para o Bahia.

Segundo tempo

Os primeiros segundos da parte final foram de susto para o time visitante. Zé Rafael recebeu pelo lado direito, chutou com força e a bola passou ao lado da meta de Weverton. Aos 24 minutos, o Esquadrão quase marcou com Edson, que cabeceou e obrigou Weverton a fazer uma grande defesa.

Edson faz o sexto

Aos 26, o Esquadrão marcou o sexto gol. Após cruzamento e falha da defesa do Atlético, a bola ficou livre com Edson, que bateu com força para estufar a rede do goleiro Weverton.

Perto do final do jogo, o Bahia teve a chance de aumentar ainda mais a margem. Maikon Leite recebeu passe em profundidade, encobriu Weverton com um toque e viu Cleberson afastar a bola antes de chegar ao gol.
FICHA TÉCNICA
Bahia x Atlético Paranaense
Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 14/05/2017
Horário: 16h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques (ambos de SP)
Cartões amarelos: Marcão (duas vezes) (Atlético-PR)
Cartões vermelhos: Marcão (Atlético-PR)
Gols: Régis (duas vezes), Edigar Junio, Zé Rafael, Tiago e Edson (Bahia) / Guilherme, Sidcley (Atlético-PR)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Edson, Juninho e Régis (Diego Rosa); Allione, Zé Rafael (Gustavo) e Edigar Junio (Maikon Leite). Técnico: Guto Ferreira.

Atlético Paranaense: Weverton; Cleberson, Marcão e José Ivaldo; Jonathan (João Pedro), Eduardo Henrique, Bruno Mota (Matheus Rosseto) e Sidcley; Guilherme, Douglas Coutinho (Nikão) e Eduardo da Silva. Técnico: Paulo Autuori.

Bahia Notícias