Com gols relâmpago, Vitória perde para o Bragantino e estaciona no Z-4

0

Com gols relâmpago, Vitória perde para o Bragantino e estaciona no Z-4

750_ec-vitoria_2019929195511701
O Vitória completou quatro partidas sem vencer, dois deles no comando do experiente técnico Geninho, de 70 anos| Foto: Fábio Morais | Estadão Conteúdo

No espaço de apenas dois minutos, o Vitória sofreu dois gols do Bragantino, neste domingo, 29, e conheceu sua 12ª derrota na Série B do Campeonato Brasileiro no fechamento da 25ª rodada. Morato, aos 33, e Ytalo, aos 34 do segundo tempo, marcaram os gols.

O Vitória completou quatro partidas sem vencer, dois deles no comando do experiente técnico Geninho, de 70 anos. Com 25 pontos é o 18.º colocado, ainda na zona de rebaixamento.

O jogo

No primeiro minuto Matheus Peixoto pegou um chute de virada e acertou o travessão, ficou a impressão de que os três pontos seriam conquistados facilmente. Ledo engano.

O Vitória se limitou a se defender, na esperança de acertar algum contra-ataque. Até ameaçou duas vezes, mas chutando para fora do gol defendido pelo experiente Júlio César. Apesar do maior volume e de criar inúmeras chances, o Bragantino não conseguiu transformar as chances em gols. Ora por errar nas finalizações, ora pela boa presença do goleiro Martin Rodriguez.

O segundo tempo começou na mesma pegada, com o Bragantino em cima atrás do gol. Com as entradas de Wesley, na direita, e de Ytalo no ataque, os gols surgiram.

No primeiro, Wesley desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro em direção à pequena área. Morato deslocou a bola com a perna esquerda no canto do goleiro. Alívio nas arquibancadas aos 33 minutos. No minuto seguinte, Claudinho enfiou em diagonal a bola para Ytalo, que deu um toque lateral na saída do goleiro baiano. Placar definido: 2 a 0.

Na 26ª rodada, o Vitória vai enfrentar o Sport, nesta quinta-feira, 3, às 21h30, na Arena Fonte Nova, às 21h30.

FICHA TÉCNICA:
Bragantino 2 x 0 Vitória

BRAGANTINO – Júlio César; Pio (Wesley), Léo Ortiz, Rayan e Rafael Carioca; Barreto, Uilian Correia e Bruno Tubarão; Morato (Robinho), Claudinho e Matheus Peixoto (Ytalo). Técnico: Antônio Carlos Zago.

VITÓRIA – Martín Rodríguez; Van, Dedé, Ramon e Capa; Baraka (Léo Gomes), Lucas Cândido e Felipe Gedoz; Caicedo (Anselmo Ramon), Wesley e Chiquinho (Felipe Garcia). Técnico: Geninho.

GOLS – Morato, aos 33, e Ytalo, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Martin Rodríguez, Van e Caicedo (Vitória).

ÁRBITRO – Wanderson Alves de Sousa (MG).

RENDA – R$ 49.970,00.
PÚBLICO – 7.170 torcedores.
LOCAL – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Filipe Ribeiro e Estadao Conteudo | Foto: Fábio Morais | Estadão Conteudo