Gerente da embasa em Valente diz que quebramentos e constantes falta de energia contribuíram para atrasar o abastecimento e anuncia que serão trocados 13 km de canos

0

 

Gerente da embasa em Valente diz que quebramentos e constantes falta de energia contribuíram para atrasar mais o abastecimento de água e anuncia que serão trocados 13 km de canos na Adutora do Sisal
DSCF7063 (Copy)

O gerente da embasa unidade de Valente Walker Mota em entrevista para o Site Informa Bahia disse que fica triste quando sabe que tem pessoas que comparam água, e que antes de comprar as pessoas devem procurar o escritório da embasa ou ligar 3263- 2147. Ele disse que estão havendo quebramentos por parte de pessoas na região de Santo Antonio de São Domingos e também na zona rural de Valente, mas que a Coelba tem prejudicado ainda mais a situação com as constantes alta de energia elétrica. Walker anuncia na entrevista algumas medidas e melhorias que serão feitas como: a troca de 13 km de tubulação, três Km entre Valente e São Domingos e na Adutora principal. Walker fala também da mudança de local que enche os carros pipas, que passará a ser em um reservatório elevado na Estação do Bairro Juazeiro. O gerente fala da urgência para fazer as melhorias na estrutura da embasa, porque se não forem feitas o sistema pode entrar em um colapso
Veja como foi a entrevista com o gerente da embasa unidade de Valente Walker Mota:

Informa Bahia: Tem demorado muito para o abastecimento de água e muitas pessoas estão comprando água o que está acontecendo e levando a essa situação?

Walker Mota: Bem Tony eu gostaria de estar falando nesse momento de coisas boas, de melhorias no abastecimento e que todo mundo tivesse satisfeito porque esse é o nosso objetivo, eu sempre frisei que além de trabalhador da embasa a gente também é consumidor, a gente tem familiares e amigos no município; eu lamento e fico profundamente triste quando eu vejo um comentário, um testemunho de alguém que comprou água, eu oriento essas pessoas que primeiramente procure a embasa, procure o escritório da embasa ou ligue 3263 21 47 e converse com a gente porque na maioria dos casos a gente tem dado um suporte a população através de carros pipas quando não é possível em um curto período de tempo a gente abastecer pela tubulação. A gente não tem parado, a gente tem feito grandes esforços para melhorar o abastecimento, Constantemente diariamente a gente tem cobrado da direção da empresa primeiramente da gerência regional de Feira e posteriormente por questão de hierarquia da direção da empresa, a gente tem contado com o apoio da câmara de vereadores que nas últimas semanas pelos noticiários a gente viu que alguns vereadores se dirigiram até a direção da embasa e conversaram, ficaram cientes dos problemas e das providências que estão sendo tomadas. Recentemente chegaram os tubos que para substituir a parte antiga da rede que está mais problemáticas e que vem apresentando quebramentos constantes, ano após ano, serão aproximadamente 13 Km que serão substituídos , 3 Km serão aqui próximo ao nosso município entre Valente e São Domingos e 10 Km na Adutora principal, na Adutora do Sisal. As obras começam entre hoje (11) e amanhã dia (12) os técnicos já vieram já fizeram toda a parte de pesquisa de medição de analises do solo vendo o tipo de material a ser utilizado isso já está tudo pronto, a empresa já está com as máquinas na nossa região e provavelmente entre hoje e amanhã já deva começar. Então a gente vai ter um ganho real, vai estar evitando perdas, diminuindo o risco de quebramentos e poder manter o sistema operando se não por 24 horas por dia, mas pelo menos próximo disso e ter condições de abastecer os bairros e as comunidades em um curto período de tempo e os moradores da parte alta do município não vão estar sofrendo tanto, vai estar sendo abastecido também, agente vai poder ter uma melhora na pressão e na vazão e com isso atender essa parte da população que mora na parte alta.

544927_1499547330309694_8184685043521278373_n
10676419_1499546606976433_4923299769012996047_n

Informa Bahia: Os canos serão trocados exatamente onde está grande parte do problema ou teria outros locais de canos comprometidos?

Walker Mota: A cada ano os equipamentos isso é em qualquer empresa vão ficando obsoleto tendo deterioração , mas um levantamento principal eram 17 Km de uma parte que estava apresentando seriíssimos problemas, 4 Km já foram substituídos, então tem mais 13, é justamente esses 13 que serão substituídos a partir de agora dessa semana. Os quebramentos causados pela ação da água e do tempo são nesses 13 Km mas por coincidência para não falar outros termos sempre nesses períodos de estiagem a gente tem problemas de quebramentos propositais, na semana passada por exemplo há 2 Km das Cabaças quando a gente chegou lá nosso sistema estava parando por falta de água e quando a gente percorreu a Adutora vai daqui até as Cabaças , a gente encontrou um quebramento que já tinha enchido uma aguada lá, por alto a gente perdeu em torno de 300 a 400 mil litros de água para essa propriedade, foi um quebramento proposital, infelizmente a gente não flagrou então não tem como dizer que foi A ou B, mas a gente sabe quem está sendo beneficiado aquele proprietário. A gente tem outro caso lá perto do povoado de Santo Antonio de São Domingos que constantemente tem uma descarga lá, que ela é aberta e uma grande quantidade de água sai daquela descarga e enche um tanque lá de um proprietário, a gente já enviou uma corespondência para a Gerência Regional para que tome as medidas legais cabíveis contra essa pessoa. Prestar queixa aí a polícia vai averiguar, as autoridades vão averiguar porque a descarga só pode ser aberta por funcionários da embasa. Se tem alguém abrindo e está sendo beneficiado o morador daquela propriedade então consequentemente a policia pode intervir, chamar para depor esse proprietário e aí a gente acabar de vez com esse problema porque não é justo a população está sendo prejudicada, a população paga suas contas e está sendo prejudicada por ação de vândalos. A que também no município a gente tem enfrentado esse problema principalmente na região de Recreio e aí prejudica Recreio, Ponta D’água, Flor Roxa entre outras comunidades daquela região e tem um proprietário que constantemente está quebrando a tubulação, garças a Deus depois de muita cobrança e nossos esforços essa semana já começou a mudança de rota da rede que abastece essas comunidades, porque a rede passava por dentro de algumas propriedades a partir de agora vai ser pela estrada então se tiver um quebramento a gente vai ter condições de consertar aquele vazamento em um curto período de tempo sem precisar de autorização de proprietário para entrar lá, inclusive funcionários da gente já recebeu até ameaças de proprietários impedindo de entrar naquela propriedade, ameaçaram funcionários da gente de morte, de cortar de facão.

DSCF7065 (Copy)

Informa Bahia: O que faz chegar a essa situação que estamos passando ?

Walker Mota: O volume da água que a gente recebe permaneceu na mesmo média dos meses anteriores, o problema é que com a estiagem o consumo aumenta quando está na época de frio, de chuva, até psicologicamente a gente diminui a quantidade banhos, você tem água nas aguadas, nas cisternas para consumo humano e animal, para sua planta, então no tempo chuvoso você não precisa estar molhando planta. Então é obvio que no período de estiagem o consumo aumenta e também tem a evaporação da água etc. No entanto Tony a gente teve alguns problemas, a gente está tendo um problema junto com a Coelba, nas últimas semanas a gente teve algumas paradas, algumas interrupções no fornecimento de energia elétrica em Pedras Altas de onde a água é captada e enviada para o nosso município e para mais 20 municípios, então quando tem essa interrupção ficam 21 municípios prejudicados sem água. Na semana passada a gente ficou quase três dias sem receber água por conta desse problema de interrupção no fornecimento de energia. Já tivemos várias reuniões com a Coelba tanto em nível local, regional e estadual com a direção da empresa, com os funcionários da empresa, com os responsáveis para solucionar isso, porque não é justo, a embase é um dos maiores consumidores e pagadores de energia elétrica do estado, a embasa paga milhões e em contra partida a gente não está recebendo um serviço de qualidade que a gente merecia e com isso a população fica prejudicada se transformando em uma bola de neve. A Coelba não presta o serviço como devia para a gente e consequentemente não tem como atender a população que paga suas contas e é quem sofre os efeitos porque sem água em casa a gente sabe qual é o problema, o que causa, causa estresse principalmente quem tem crianças e pessoas idosas em casa agente sabe do estresse que é , até a limpeza doméstica, pratos, roupas, e sua higiene pessoal fica bastante prejudicada, além disso a gente tem os quebramentos como já falei anteriormente provocados pela estrutura que está defasada em algumas partes, e por ações humanas, por vandalismo mesmo por roubo de água vamos falar assim.

Informa Bahia: Por que só foram feitas a troca dos canos em quatro Km e ficaram os treze Km sem trocar?

Walker Mota: O que a direção passou para a gente que aqueles quatro Km eram emergências, os que estavam podres, tinham que ser substituídos e se eu não me engano teve licença de licitação e foi até a embasa que fez, a embasa tinha o material e a embasa fez, esses treze Km restantes a empresa precisa fazer licitação, foi feita uma análise do solo para ver o melhor material e como a embasa não possuía esse material aí teve que fazer a licitação tanto para a compra do material como para a empresa que seria a executora da obra. Eu creio que devido o período eleitoral essa licitação demorou um pouco. Nos últimos meses, há cerca de uns 7 meses tanto a gente como a prefeitura e os vereadores vem cobrando da direção da empresa essa substituição e agora chegou a um período tão critico que não dar mais para adiar, tem que ser agora ou então a gente entra em um colapso com risco até de racionamento.Eu creio que acelerou, com esse período de estiagem, esses quebramentos, essa nossa preocupação com a pouca água que a gente vem recebendo, as reclamações da população eu creio que tudo isso acelerou esse processo para que a obra começasse agora.

pedras-altas
Informa Bahia: Tem muita água na Barragem de Pedras Altas?

Walker Mota: Graças a Deus em relação a quantidade de água não tem problema, pelo menos a curto e médio prazo em alguns anos a gente não vai estar sofrendo como a gente verifica em outros estados, principalmente São Paulo que a gente ver no noticiários, inclusive vamos fazer melhorias também na nossa estação de tratamento, o nosso reservatório é antigo é desde a década de 60 no Bairro Juazeiro, tem alguns vazamentos lá, ta perdendo água,e ainda no mês de novembro esse reservatório será totalmente recuperado para evitar essa perda de água. E também provavelmente hoje estará sedo feita a troca do ponto de coleta de água para carros pipas para os reservatórios elevador que abastecem os Bairros Juazeiro e Petrolina, lá na estação de tratamento para que quando o município estiver sendo abastecido mesmo que seja em quantidade pequena não interfira no abastecimento, para carros oficias da prefeitura e da embasa lá na estação a gente tem um ponto lá de coleta que esse ponto fica aclopado na rede de distribuição de água para a população, e quando o carro pipa encaixa sua mangueira está tirando água da rede e a água não vai chegar certos pontos do município, como a gente vai passar para esse reservatório elevado, a gente vai ter condições de encher esse reservatório que tem capacidade para 150 mil litros, durante a noite vamos encher esse reservatório e durante o dia os carros pipas vão poder pegar e serão abastecidos desse reservatório e não vai tirar mais água da rede e com isso a gente vai ter um ganho de pressão para que abasteça mais rápido os bairros e as comunidades rurais e principalmente as pessoas que moram em pontos mais elevados.

DSCF7017 (Copy)

Informa Bahia: E com relação uma nova caixa d’água?

Walker Mota: Essa é uma cobrança desde que eu entrei aqui na gerência  da embasa, eu vi alguns projetos de alguns vereadores, inclusive eu recebi ofícios de alguns, o mais recente foi do vereador Regi Mota, o prefeito também solicitou, eu creio que a prefeitura deva ter um projeto também não sei se esse projeto é desse governo ou de governos anteriores, e a direção da embasa em reuniões que eu participei já sinalizou a necessidade inclusive os engenheiros estiveram aqui eles detectaram que essa caixa d´água aqui ela é insuficiente para abastecer certos bairros que estão localizados em pontos mais altos do que a própria capacidade dessa caixa d água. Então há uma necessidade da construção de pelo menos duas caixas d água em pontos como Ermírio Simões e nas Populares que são pontos mais altos, que vai dar para abastecer aqueles bairros como também outros.

Informa Bahia: Quais bairros estão sedo abastecidos?

Walker Mota: Ainda estamos abastecendo Dionísio Mora e Centro e entre quarta feira e quinta feira serão abastecidos José Moreira, Liberdade, Cidade Nova, Fonte que é o Loteamento Tiririca, a partir daí a vai para região do Hermírio Simões, Antonio Lopes , Santa Cruz, Casas Populares, Piana , Cidade Futuro e Minação. Então a gente faz um rodísio e com a fé em Deus tendo menos quebramentos sem interrupção no fornecimento de energia a gente vai consegui diminuir o tempo de espera para cada bairro para cada comunidade, no nosso pensamento o ideal é que no máximo a cada 8 dias caia água em cada bairro.Hoje infelizmente não é possível, mas agente quer diminuir de 20 para 15 dias e gradativamente até chegar no ideal.
Nosa povoados a gente vai abastecer entre o final de semana e o ínio da próxima semana a região de Valilândia, Cipó de Leite, Queimada do Curral, Ichú de Valilândia, Santa Rita de Valilândia entre outros.
A gente teve problemas estruturais porque o diâmetro da rede não suporta mais na região de Raposa, e por questões de quebramentos propositais como eu falei na região de Recreio. Com a substituição da tubulação por um diâmetro maior na região da Raposa a gente vai sanar esse problema lá, eu não posso garantir que seja em curto prazo, isso depende da presidência da empresa, da liberação do material, mas quem tem nos pedidos a gente tem abastecido através de carros pipas,tanto lá como também no Recreio, e aqui na sede vários bairros que solicitaram como Fone Nova, Cidade Nova, Liberdade e José Moreira. Nas populares a gente tem um carro contratado que tem seis tanques de mil litros cada, então para cada viagem que ele faz lá ele abastece seis imóveis. O presidente da Associação Frijo tem acompanhado, a gente dar a autorização o carro pipa vai e quem faz o controle dos moradores que estão recendo a água e o presidente da Associação Frijo.Em Encruzilhada alguns moradores me procuraram no inicio do ano porque teve o roubo de um transformador em Tanquinho e não tinha como a gente abastecer através da tubulação, todos os moradores que não tinham recebido água após esse problema a gente abasteceu com carro pipa, se algum morador daquela localidade estiver sem água e não foi abastecido nesse período, nos últimos 30 ou 20 dias venham nos solicitar que a gente vai dar esse suporte sim, o problema lá já está corrigido e acredito que não vai ter problema de abastecer aquela região de Tanquinho, Vargem Grande, Cipó de Leite, Encruzilhada, Samambaia e aquela região lá.

Há poucos dias o Informa  Bahia fez uma reportagem  com moradores de vários bairros de Valente em que a população demonstrou a sua revolta com a falta de água em Valente , onde muitos estão comprando água e pagando os recibos, alguns moradores chegaram a falar em protestos, nas redes sociais o nome manifestação contra a embasa também foi postado por algumas pessoas. O informa Bahia vai continuar dando voz e vez a população de Valente.

Informa Bahia/ Fotos Informa Bahia, Roger Lima  e  Internet