Homem ganha homenagem após doar sangue 962 vezes em 37 anos

0

Homem ganha homenagem após doar sangue 962 vezes em 37 anos

homem-doacao-capa2-696x487
Marcos ( a direita) recebeu homenagem por doar sangue nos últimos 37 anos. – Foto: South Texas Blood & Tissue Center

Ajudar ao próximo se tornou compromisso para um homem nos últimos 37 anos. Marcos Perez doou sangue 962 vezes no período e ajudou mais de 2.800 mil pessoas.

Marcos contou que uma transfusão de sangue salvou a vida dele quando era pequeno, por isso, reconhece a importância da doação e faz isso frequentemente.

Agora, para reconhecer toda a ajuda que Marcos prestou nestes anos, o banco de sangue South Texas Blood & Tissue Center, no Texas, Estados Unidos, resolveu homenageá-lo.

O banco de sangue reconheceu que ele doou o equivalente a 120 galões de plaquetas para ajudar a salvar vidas e fez uma foto para eternizar o momento.

“Isso me faz sentir muito bem porque sou a prova viva de que as doações de sangue salvam vidas”, disse Marcos.

A primeira vez

Marcos nasceu prematuro. Na época, não existia um banco de sangue na cidade e o pai dele teve que sair procurando sozinho um doador para o filho.

“Meu pai pediu aos familiares, meus tios e tias, primos, amigos para irem doar sangue e apenas um homem assumiu a responsabilidade”, conta.

Ao atingir a maioridade, um dos primeiros compromissos que Marcos firmou foi ser doador de plasma. E ele honrou isso por 37 anos.
A primeira doação de Marcos foi em 1984. De lá para cá, foram 962 vezes que ele se dispôs a deixar uma bolsa de plasma para “quem sabe, salvar uma vida”, como diz.

Segundo responsáveis pelo South Texas Blood & Tissue Center, as doações de Marcos ajudaram 2.888 pessoas até o momento.
Ashley Frolick, especialista do banco de sangue, disse que doadores como Marcos são vitais porque “a necessidade de sangue nunca acaba”.

E Marcos diz que faz isso por empatia.

“Se não fosse por aquela [primeira] doação, eu não estaria aqui comemorando 962 doações.”

“Se alguém estava lá por mim, por que eu não posso estar lá para outra pessoa?”. Essa é sempre a resposta que Marcos dá a todos que perguntam sobre o motivo de tantas doações.

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa – Com informações da Fox News