Movimentos sociais ocupam sede do Incra em Salvador

0

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.L-Didx0P0MMais de mil integrantes dos movimentos de Assentados Acampados e Quilombolas (Ceta), de Luta pela Terra (MLT), dos Trabalhadores Desempregados (MTD) e dos Pequenos Agricultores (MPA) ocupam desde a segunda-feira (12) a sede da superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Salvador. A ação ocorre logo após a desocupação do espaço pelo Movimento dos Sem Terra (MST). Os ocupantes reivindicam a avaliação de 113 fazendas no estado para fins de reforma agrária. Eles pretendem marchar até a Assembleia Legislativa da Bahia, nesta quarta (14), onde às 14h uma sessão especial em comemoração ao Dia Internacional de Luta pela Reforma Agrária e Justiça no Campo, proposta pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT), será realizada no plenário da Casa. A sede do Incra em Aracaju também foi ocupada por 600 trabalhadores da Pastoral Rural, entre eles agricultores do nordeste do estado.