Vitória empate sem gols com o Vila Nova e termina 1º turno no Z-4

0

Vitória empate sem gols com o Vila Nova e termina 1º turno no Z-4

750_vitoria-e-vila-nova_202181821425319
o Rubro-Negro, que segue na zona de rebaixamento ao fim do primeiro turno da competição nacional| Foto: @dougmonteirosou

O Vitória empatou sem gols com o Vila Nova, na noite desta quarta-feira, 18, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), em Goiânia-GO. O jogo válido pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro colocou frente a frente dois times que lutam na parte de baixo da tabela. E aí, mesmo com o ponto somado fora de casa, o resultado não agrada o Rubro-Negro, que segue na zona de rebaixamento ao fim do primeiro turno da competição nacional.

A partida começou com domínio do Vila Nova e boas defesas de Lucas Arcanjo, mas ainda no primeiro tempo o Leão conseguiu equilibrar as ações e esteve perto de marcar com Samuel. Na segunda etapa o rendimento caiu e nenhum dos dois times conseguiu voltar a levar perigo no campo de ataque.

No sábado, 21, o Vitória volta a campo, dessa vez para atuar como mandante, contra o Guarani. A partida, no Barradão, está marcada para às 16h30.

Faltou o gol

Os donos da casa impuseram dificuldade ao Vitória no começo do jogo. O Rubro-Negro se viu preso no campo de defesa, onde o Vila Nova ditava o ritmo das ações e chegava com perigo. Aos cinco minutos Lucas Arcanjo foi preciso ao espalmar cabeçada de Henan, e aos 20′ voltou a aparecer em falta cobrada por Xandão.

Enquanto isso, os comandados de Wagner Lopes sofriam para chegar ao ataque. Fernando Neto era quem recuava para buscar a bola, mas o meio-campista não conseguia sair da primeira linha de pressão montada pelo Colorado. Os erros forçados na saída fizeram com que o Leão passasse pouco tempo com a bola nos pés.

A demora para chegar ao ataque foi compensada com uma ótima chance de abrir o placar. Aos 33 minutos Marcinho avançou pela esquerda, balançou na frente do marcador e chutou cruzado. A bola passou pela primeira trave, pelo goleiro, e chegou em Samuel, que concluiu mal e desperdiçou uma oportunidade incrível.

No lance seguinte veio a resposta dos donos da casa, que novamente pararam em Lucas Arcanjo. Dessa vez o goleiro defendeu chute de Henan, que estava livre na pequena área. Apesar da última chance ter sido colorada, o Rubro-Negro apresentou uma melhora na reta final do primeiro tempo e foi para o intervalo com um cenário de equilíbrio.

Difícil de assistir

A segunda etapa manteve o panorama de equilíbrio, só que com um novo ritmo. Agora os dois times pareciam travados em campo, e as chances de gol entraram em extinção. Os primeiros 20 minutos foram concentrados na faixa central, sem que ninguém conseguisse articular jogadas de ataque.

Os dois treinadores começaram a fazer mudanças nas equipes em busca de soluções. Do lado rubro-negro, Wagner Lopes mandou Eduardo, David, Van e João Pedro para campo, mas não conseguiu mudar o cenário da partida.

Com o cansaço dos jogadores, o nível técnico caiu, os erros aumentaram, e o gol ficou ainda mais distante de acontecer no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. E aí os minutos finais foram praticamente protocolares para que o empate sem gols fosse confirmado.

A TARDE