Vitória goleia River-PI no Barradão e se aproxima de vaga nas quartas do Nordestão

0

Vitória goleia River-PI no Barradão e se aproxima de vaga nas quartas do Nordestão

750_ecvitoria-futebol-copa-do-nordeste_202031517263753
Os gols do Leão na partida foram foram marcados por Thiago Carleto em cobrança de falta, Léo Ceará, Matheus Tenório e Alisson Farias| Foto: Adilton Venegeroles/ Ag. A TARDE

O Vitória não teve dificuldade e goleou o River-PI por 4 a 1 neste domingo, 15, no Barradão e se aproximou da classificação para a próxima fase da Copa do Nordeste. Os gols do Leão na partida foram foram marcados por Thiago Carleto em cobrança de falta, Léo Ceará, Matheus Tenório e Alisson Farias. A equipe piauiense diminuiu com Luccas Brasil.

O resultado colocou o Leão na 2ª posição do Grupo B do torneio regional com 13 pontos, ficando atrás apenas do Confiança (SE) por ter uma vitória a menos. O Rubro-Negro volta a campo pelo Nordestão no próximo sábado, 21, às 16h contra o Botafogo-PB, pela última rodada da fase de grupos. A equipe comandada por Geninho precisa apenas de um empate para garantir a sua classificação para as quartas de final, no entanto, mesmo se perder pode passar de fase, a depender de uma combinação de resultados.

No entanto, a partida do próximo sábado pode não acontecer como precaução diante da pandemia de coronavírus. A Liga do Nordeste vai decidir essa situação em reunião junto aos clubes, na terça-feira, 17.

Pouca inspiração

O jogo deste domingo, 15, foi contra o River, mas de certa forma a cabeça de Geninho já estava na partida diante do Ceará, pela Copa do Brasil. Prova disso é que o treinador escalou Jean como zagueiro e testou uma das alternativas que podem ser usadas para suprir a ausência da dupla titular do setor contra o Vozão.

Curiosamente, pouco depois do treinador colocar seu teste em prática, a CBF confirmou o adiamento dos jogos da Copa do Brasil e de todas as outras competições nacionais. Assim, é possível que Maurício Ramos se recupere da lesão e que a entrada de Jean no setor nem seja necessária.

Jean, inclusive, esteve em destaque já no primeiro minuto de jogo, mas com uma participação no campo de ataque, e não na defesa. O jogador aproveitou falta cobrada por Thiago Carleto, subiu mais alto que todo mundo e cabeceou forte. A bola só não chegou ao fundo das redes porque Mondragon fez boa defesa.

O lance criou a falsa ilusão de que o Rubro-Negro iria dominar o adversário, algo que não foi visto no primeiro tempo no Barradão. Os donos da casa não só tiveram dificuldade para criar jogadas de ataque como sofreram defensivamente em alguns momentos da partida.

A equipe do River encontrou espaços principalmente pelo lado esquerdo da defesa do Leão, setor que não era bem protegido por Thiago Carleto. A torcida, inclusive, pegou no pé do lateral com vaias e alguns gritos de cobrança.

Mas o futebol apronta das suas e o gol que salvou a fraca atuação do Vitória no primeiro tempo foi marcado justamente por Carleto. O lateral soltou uma bomba em cobrança de falta e acertou o canto de Mondragon, que dessa vez não conseguiu fazer a defesa.

Segundo tempo

Melhor na volta do intervalo, o Leão esteve mais no campo de ataque e chegou ao segundo gol aos 15 minutos. Thiago Carleto cruzou da esquerda, Mondragon falhou ao não conseguir segurar a bola e Léo Ceará, que não tinha nada com isso, só empurrou a redonda para o fundo das redes.

Pouco depois desse lance, Carleto deixou o campo com dores no ombro. O lateral, que começou o jogo vaiado pelos espaços cedidos na defesa, saiu aplaudido pela participação em dois gols do Leão.

Aos 23, o River diminuiu o placar e a jogada aconteceu justamente pelo lado esquerdo da defesa rubro-negra, setor que já era ocupado por Rafael Carioca. O lateral perdeu na velocidade e não conseguiu alcançar Luccas Brasil, que recebeu bom passe enfiado e chutou na saída de Lucas Arcanjo.

Cinco minutos depois, o Leão chegou ao terceiro, com Matheus Tenório, que tinha entrado no lugar de Felipe Garcia. A assistência foi de Gerson Magrão, que recebeu um ‘passe’ do adversário e ficou sozinho dentro da área, com espaço de sobra para servir o jovem criado nas categorias de base rubro-negras. Foi o primeiro gol de Tenório como profissional.

O Leão ainda achou tempo para marcar o quarto. Van fez boa jogada pela direita e cruzou para Alisson Farias, que apareceu na área com seu 1,71 m, subiu com estilo e cabeceou no cantinho.

A TARDE Por Rafael Teles