Vitória tropeça em casa e fica no empate com o CRB pelo Nordestão

0

Vitória tropeça em casa e fica no empate com o CRB pelo Nordestão

750_vitoria-crb_2021324213457653
Gum abriu o placar para os visitantes aos 26 minutos do segundo tempo, e Samuel, de pênalti, empatou para o Leão cinco minutos depois| Foto: Uendel Galter/ Ag. A TARDE

Vitória e CRB não passaram de um empate em 1 a 1, na noite desta quarta-feira, 24, no estádio Manoel Barradas, pela 5ª rodada da Copa do Nordeste. O Rubro-Negro poderia ter chegado a liderança do Grupo B se tivesse vencido, mas como tropeçou em casa, vai precisar se contentar com a manutenção do quarto lugar na tabela de classificação.

Gum abriu o placar para os visitantes aos 26 minutos do segundo tempo, e Samuel, de pênalti, empatou para o Leão cinco minutos depois.

O próximo compromisso do Vitória será mais uma vez pelo Nordestão. No sábado o time vai até a cidade de Lagarto, em Sergipe, onde enfrenta o Confiança, no Estádio Paulo Barreto, o Barretão.

Poucas chances

O CRB entrou em campo com um time misto, mas nem por isso o Vitória encontrou vida fácil nos primeiros minutos de jogo no Barradão. A exceção de uma finalização de Vico, aos três minutos, o Rubro-Negro teve dificuldade para encaixar as jogadas ofensivas.

Um cenário parecido era encontrado do outro lado do campo, onde a defesa mandante costumava levar a melhor contra o ataque alagoano.
A primeira chance dos visitantes só aconteceu aos 13, quando eles aproveitaram um avanço do estreante Raul Prata para atacar o espaço deixado pelo lateral. A jogada terminou em finalização de Lucão, por cima do gol.

Aos 24 minutos do primeiro tempo Rodrigo Chagas precisou fazer uma mudança na equipe. João Pedro foi para campo no lugar de Guilherme Rend, que desabou no gramado em duas oportunidades depois de sofrer uma pancada no tornozelo cerca de dez minutos antes de pedir para sair.

Na parte ofensiva, Ruan Nascimento e Vico alternavam posições, e era quando o prata da casa estava centralizado que o jogo fluía melhor para o rubro-negro. O camisa dez conseguia abrir o campo com passes em profundidade para os laterais e arriscava jogadas mais agudas. Quando era Vico que estava por ali, ele insistia em prender demais a bola e atrasar os avanços do time.

Aos 34, no entanto, Vico acertou um ótimo lançamento e achou Raul Prata na linha de fundo. O lateral-direito levantou a cabeça e rolou para trás, mas David chutou mascado e perdeu uma boa chance de abrir o placar do jogo.

Os alagoanos também tiveram mais uma boa oportunidade antes do fim do primeiro tempo. Lucão aproveitou um passe errado de Pedrinho, roubou a bola no campo de ataque e finalizou da entrada da área. O chute não foi dos melhores e passou ao lado esquerdo da meta defendida por Lucas.

Os gols

Na segunda etapa o Vitória teve duas chances com David, em jogadas pelo lado esquerdo do ataque, mas a impressão era de que as redes do Barradão não seriam balançadas.

Foi aí que brilhou a estrela do técnico Roberto Fernandes. Aos 25 minutos ele mandou Gum para o jogo, e aos 26, na primeira participação, o zagueiro abriu o placar. Ele completou para o gol escanteio cobrado pelo CRB.

A vantagem dos visitantes, no entanto, durou pouco tempo. Aos 32 minutos o Vitória articulou jogada de ataque pelo lado esquerdo com tabela entre Pedrinho e David, até que o atacante foi derrubado dentro da área. A cobrança ficou sob responsabilidade de Samuel. Ele bateu com força e no canto, sem chances de defesa para Diogo, que até acertou o lado.

Nos minutos finais o jogo abriu e as duas equipes tiveram chances de marcar. Os visitantes com Hyuri e os mandantes com Ygor Catatau. Apesar dos sustos, o placar seguiu inalterado e os pontos foram divididos. Um para cada lado.

VITÓRIA 1X1 CRB – 5ª RODADA DO NORDESTÃO

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador, às 19h30

Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro
Assistentes: Lorival Cândido das Flores e Francisco Assis da Hora (Trio do RN)
Cartão Amarelo: Ruan Nascimento, Pedrinho e Marcelo Alves (Vitória) ; Calyson, Régis, Luca Caio e Gum (CRB)

Gols: Gum, aos 26, e Samuel, aos 32 minutos do segundo tempo

Vitória – Lucas Arcanjo; Raul Prata (Cedric), Marcelo, Wallace e Pedrinho; Gabriel Bispo, Guilherme Rend (João Pedro) e Ruan Nascimento (Walter); Vico (Ygor Catatau), David e Samuel. Técnico: Rodrigo Chagas

CRB – Diogo Silva; Luca Caio (Reginaldo), Ewerton Páscoa, Diego Ivo (Gum) e Guilherme Romão; Jiménez, Olívio (Carlos Jatobá) e Dudu; Calyson, Lucão do Break (Hyuri) e Régis (Luidy). Técnico: Roberto Fernandes

A TARDE Por Rafael Teles e Redação