Vitória vence Operário fora de casa e confirma permanência na segunda divisão

0

Vitória vence Operário fora de casa e confirma permanência na segunda divisão

750_ecvitoria-operario-serie-b-brasileirao-futebol-esporte_201911200440704
A diretoria rubro-negra já pode começar a pensar em 2020, mas os jogadores ainda precisam entrar em campo para enfrentar o Coritiba, no Barradão, pela última rodada da Série B. O jogo está marcado para o dia 30 de novembro| Foto: Reprodução

Relaxe torcedor rubro-negro, agora você pode. Depois de um ano complicado, com direito a flerte com o rebaixamento para a Série C, o Vitória está oficialmente livre desse risco. A manutenção na segunda divisão foi confirmada nesta terça-feira, 19, após o triunfo por 2 a 1 pra cima do Operário-PR, no Estádio Germano Krüger, em jogo válido pela 37ª rodada da competição nacional.

O Leão saiu na frente com Léo Gomes em um jogo que não apresentava muita emoção, mas recuou demais e convidou o adversário para o campo de ataque. Depois do empate os donos da casa ainda criaram oportunidades para virar a partida, mas esbarraram em Martín Rodríguez. No último lance, Thiago Carleto marcou um golaço de falta e decretou o alívio do Leão, que agora soma 45 pontos e ocupa a 11ª posição na tabela.

A diretoria rubro-negra já pode começar a pensar em 2020, mas os jogadores ainda precisam entrar em campo para enfrentar o Coritiba, no Barradão, pela última rodada da Série B. O jogo está marcado para o dia 30 de novembro.

Até lá Geninho terá dez dias de treino, certamente com um clima mais leve do que o treinador encontrou quando chegou à Toca e se deparou com o Leão com sérios riscos de rebaixamento.

Primeiro tempo

Nos minutos iniciais o Rubro-Negro tinha dificuldade para sair do campo de defesa porque era pressionado pelos atacantes do Fantasma. Ramon quase ‘entregou o ouro’ em duas oportunidades, mas conseguiu evitar o pior. A marcação adiantada era retribuída pelo time baiano quando os mandantes tinham a bola, o que deixou o jogo travado.

Se as chances de gol demoraram para acontecer, a bola ao menos foi para o fundo das redes na primeira oportunidade criada pelo Rubro-Negro. Aos 22 minutos Léo Gomes apareceu como elemento surpresa dentro da área e foi recompensado pela insistência, já que foram necessárias três finalizações para vencer o goleiro André Luiz.

Primeiro o volante chutou de perna direita e viu o arqueiro fazer a defesa. No rebote, cabeceou no travessão. Quando a bola voltou, o jogador apareceu mais uma vez no lance e usou a sola da chuteira para se antecipar ao marcador e abrir o placar.

O gol fez com que o Operário passasse a tentar mais o ataque e melhorou o nível da partida. O time paranaense, inclusive, não demorou para levar perigo depois que foi vazado. Aos 29 minutos Alan Vieira chegou com espaço pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a área do Vitória sem que nenhum atacante do Fantasma completasse o passe.

Seis minutos depois os donos da casa chegaram com mais perigo. Maílton cruzou da direita, Lucas Batatinha se antecipou a Everton Sena e conseguiu cabecear, mas parou em ótima defesa de Martín Rodríguez. Foi a primeira finalização do Operário no jogo.

O Fantasma tanto insistiu que chegou ao empate. No último lance do primeiro tempo Allan Vieira cruzou rasteiro, a bola desviou em Everton Sena e enganou Martín, que ficou batido no lance.

Segundo tempo

O Vitória voltou à frente do placar por alguns segundos, mas o gol de Lucas Cândido, no rebote da falta cobrada por Thiago Carleto, foi bem anulado. O volante estava em posição irregular quando o lateral executou a cobrança.

A segunda etapa, no entanto, aconteceu praticamente toda com o Operário no campo de ataque. Os donos da casa ditavam o ritmo do jogo e só não conseguiram a virada porque Martín vivia noite inspirada. Foram pelo menos três intervenções determinantes do arqueiro para sustentar o empate no jogo desta terça.

Sem mais objetivos na Série B, o Operário não acompanhou o ritmo da torcida e perdeu intensidade na reta final do jogo, que terminou com gol, mas dos visitantes.

Aos 50 minutos Thiago Carleto cobrou mais uma falta de muito longe, e dessa vez mandou direto na rede. Um golaço que determinou o triunfo do Vitória.

Léo Gomes

Autor de um dos gols do jogo desta terça, Léo Gomes também apareceu na súmula porque recebeu um cartão amarelo e, pelo acúmulo de tarjetas, vai cumprir suspensão automática na última rodada da competição nacional. Como já está negociado com o Athletico-PR, a partida desta terça marcou a despedida dele pelo Leão.

A TARDE Por Rafael Teles|Foto: Reprodução